Seu browser não suporta JavaScript!

Portal Portal Padrão Barra de Identidade Visual do Governo Federal na Internet - APLICAÇÃO do Governo Brasileiro
Página Principal » Cursos » Técnico em Aquicultura – Integrado

Técnico em Aquicultura – Integrado

Sobre o curso

O curso Técnico em Aquicultura Integrado ao Ensino Médio foi criado em 2017, com o objetivo de atender a uma demanda regional e nacional por profissionais capacitados para atuar na área da Aquicultura, que é a ciência que estuda e desenvolve técnicas de cultivo, manejo e reprodução de organismos aquáticos, como peixes (Piscicultura); camarões (Carcinicultura); rãs (Ranicultura); moluscos: ostras e mexilhões (Malacocultura); algas e até tartarugas e jacarés. Um dos objetivos da Aquicultura é garantir produtos para o consumo com maior controle, regularidade e sustentabilidade.

A grade curricular do curso procura proporcionar uma formação integral do aluno, articulando a Educação Básica com a Educação Profissional e Tecnológica por meio do desenvolvimento de aulas que englobem conhecimentos teóricos e práticos, voltados à formação de um profissional capacitado a atuar nos mercados local, regional e nacional.

O curso tem duração de três anos. O turno é integral, com aulas no período da manhã e da tarde.

 

Atuação Profissional

O Técnico em Aquicultura é um profissional de nível médio, com formação técnica em manejo e boas práticas de cultivo de organismos aquáticos, podendo atuar em instituições públicas, privadas e do terceiro setor.

Ao final do curso, o profissional estará apto a:

                Realizar projetos de implantação de sistemas de cultivos continentais e marinhos com base no manejo e na qualidade dos produtos e das águas;

               Utilizar tecnologias e sistemas de produção e manejo aquícola e de beneficiamento do pescado;

               Analisar a viabilidade técnica e econômica de propostas e projetos aquícolas;

               Operar equipamentos e métodos qualitativos de análise de água utilizada em sistemas de cultivo;

                Prevenir situações de risco à segurança no trabalho;

                Reconhecer o potencial de áreas geográficas para implantar empreendimentos e construções aquícolas;

                Reconhecer os aspectos biológicos e fisiológicos das principais espécies de cultivo;

               Aplicar os princípios de nutrição e de manejo alimentar das principais espécies cultivadas.

 

 

« « Editais 2018   Educação à Distância » »