Seu browser não suporta JavaScript!

Portal Portal Padrão Barra de Identidade Visual do Governo Federal na Internet - APLICAÇÃO do Governo Brasileiro
Página Principal » Menu Institucional » Acesso à Informação » Como ingressar no IFPR

Como ingressar no IFPR

Cursos oferecidos no IFPR – Campus Foz do Iguaçu

Técnico Subsequente em Aquicultura

Técnico Subsequente em Cozinha

Técnico Subsequente em Hidrologia

Técnico Integrado em Edificações

Técnico Integrado em Informática

Superior Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Superior Licenciatura em Física

Cursos de Formação Inicial e Continuada

Cursos Técnicos de Educação a Distância

 

Como ingressar?

A oferta de vagas relativas ao Processo Seletivo de nossa instituição se dá nas seguintes formas:

– Cursos Técnicos Integrados: Forma de oferta destinada a quem já tenha concluído o Ensino Fundamental. Os cursos são planejados de modo que o aluno, a partir de uma única matrícula na Instituição, conclua o Ensino Médio juntamente com uma habilitação profissional técnica de nível médio.

– Cursos Técnicos Concomitantes: Forma de oferta destinada a quem esteja cursando o Ensino Médio, a partir do 2º ano, em outra instituição de ensino, podendo cursar paralelamente o Curso Técnico de Nível Médio no IFPR, desde que haja compatibilidade de horário.

– Cursos Técnicos Subsequentes: Forma de oferta destinada a quem já tenha concluído o ensino médio. Após concluído o curso, o aluno receberá diploma de profissionalização em nível técnico.

Educação Superior

Para a seleção de candidatos aos cursos superiores, o IFPR utiliza o Sistema de Seleção Unificada (SiSU) e Processo Seletivo próprio. Para concorrer pelo SiSU, é preciso fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e se inscrever pelo site do Ministério da Educação (MEC); para o Processo Seletivo do IFPR é necessário seguir as orientações do Edital. Os Cursos Superiores, na modalidade presencial, são caracterizados como Bacharelado, Licenciatura e Tecnologia;

Cursos Superiores de Tecnologia

Curso superior de formação especializada em áreas científicas e tecnológicas, que conferem ao diplomado competências para atuar em áreas profissionais específicas, caracterizadas por eixos tecnológicos, com o grau de tecnólogo. Por serem cursos de nível superior, os tecnólogos podem dar continuidade aos estudos, cursando pós-graduação Stricto Sensu (Mestrado e Doutorado) e Lato Sensu (Especialização). Tem duração média de dois anos e meio.

Bacharelado

Curso superior, de formação científica ou humanística, que confere ao diplomado em competências em determinado campo do saber para o exercício de atividade profissional, acadêmica ou cultural, com o grau de bacharel. Os cursos têm duração mínima de quatro anos e oferecem sólida formação teórica e prática, servindo como suporte para uma boa base científica ao aluno.

Licenciatura

Curso superior que habilita o profissional a atuar como professor na Educação Básica, no Ensino Fundamental e Médio, com o grau de licenciado. Os cursos são planejados de forma a tornar os profissionais capazes de identificar o conhecimento presente em sua educação e saber planejá-lo e aplicá-lo com com visão social, buscando a dignidade do educando como ser humano produtor de cultura e história.

As provas do Processo Seletivo são realizadas – para a maioria dos cursos disponíveis e para todas as unidades do Instituto Federal do Paraná, nos meses finais do ano, em data estabelecida em edital específico para este fim. Normalmente as inscrições abrem a partir do mês de agosto.

Informações como prazo de inscrição, número de vagas e cursos ofertados, cronograma isenção de inscrição, divulgação de resultados e outras datas relevantes em relação ao Processo Seletivo para ingresso na instituição também são disponibilizadas em edital específico.

Para verificar outras edições, acesse o site do Núcleo de Apoio aos Processos de Seleção http://naps.ifpr.edu.br/. O NAPS é um órgão ligado ao Gabinete da Reitoria do IFPR, responsável pelo atendimento das demandas das demais unidades do IFPR no que diz respeito à logística para realização de processos de seleção para os cursos técnicos e superiores e de concursos públicos para ingressos de novos servidores na instituição. Cabe ao NAPS o desenvolvimento das atividades de planejamento, organização e execução da logística dos diferentes processos de seleção.

 

Transferências para o IFPR

Transferência interna: transferência de estudante regularmente matriculado em curso do IFPR para outro curso de mesmo nível e forma de oferta no mesmo Campus ou em outro Campus do IFPR, a partir do 2º (segundo) período letivo do curso, mediante a existência de vaga, seguindo os critérios divulgados em edital.

Transferência externa: disponibilizada para estudante matriculado em curso de outras instituições de ensino para ingresso em curso de mesmo nível e forma de oferta a partir do 2º (segundo) período letivo do curso, mediante a existência de vaga, seguindo os critérios divulgados em edital.

Para maiores informações, clique aqui.

Cotas

Após um ano da lei federal nº 12.711/2012 que instituiu as cotas para ingresso nas universidades e institutos federais, 83% dos institutos federais do país já haviam atingido a meta de reserva de vagas mínima de 50% para alunos oriundos de escolas públicas, prevista para 2016.

A Lei nº 12.711/2012 estabelece que no mínimo 50% das vagas das instituições federais de educação superior deverão ser destinadas para estudantes que tenham cursado integralmente o ensino médio na rede pública; e no mínimo 50% das vagas do ensino médio, técnico federal, deverão ser destinados a estudantes que cursaram integralmente o ensino fundamental na rede pública.

Desde o primeiro Processo Seletivo, realizado em 2009, o Instituto Federal do Paraná tem uma política de inclusão, semelhante à aprovada na Lei de Cotas, pela presidenta Dilma Roussef.

No último Processo Seletivo, realizado em 2013, por exemplo, das vagas oferecidas para cada curso:

● 45% serão de inclusão social, disponibilizadas para estudantes

oriundos de escolas públicas;

● 20% são de inclusão racial, destinadas a estudantes autodeclarados

de cor preta ou parda;

● 5% são reservadas para candidatos indígenas;

● 30% das vagas são destinadas à concorrência geral;

 

Isenção de inscrição

Atendendo a LEI Nº 12.799, DE 10 DE ABRIL DE 2013, que dispõe sobre a isenção de pagamento de taxa de inscrição em processos seletivos de ingresso nos cursos das instituições federais de educação superior, o IFPR concede isenção do pagamento da taxa de inscrição. Os casos são previstos nos editais dos processos seletivos anuais.

É concedida isenção ao candidato que possua renda familiar per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio e tenha cursado o ensino fundamental (para Cursos Técnicos de Nível Médio) ou o ensino médio (para Cursos Superiores) completo em escola da rede pública. Aqueles que receberam bolsas integrais para estudar em escola da rede privada, desde que comprovada a renda familiar per capita acima citada, também podem solicitar a isenção da taxa de inscrição. Não serão aceitos candidatos que tenham estudado em escola particular sem bolsa integral de estudos e candidatos que tenham estudado em escolas comunitárias, filantrópicas ou confessionais.

A solicitação por escrito e os documentos devem ser entregues, dentro do prazo estipulado em Edital, na Secretaria Acadêmica que oferece o curso pretendido.

 

Acessibilidade

Visando a inserção e o atendimento aos alunos com necessidades educacionais especiais nos cursos de nível básico, técnico e tecnológico, o IFPR possui o Núcleo de Atendimento às Pessoas com Necessidades Educacionais Específicas (NAPNE). O núcleo é responsável pela preparação da instituição para receber pessoas com deficiência nos cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC), Cursos Técnicos e Tecnológicos (Lato Sensu e Stricto Sensu).  O objetivo é de fomentar a implantação e consolidação de políticas inclusivas no Instituto, por meio da garantia do acesso, permanência e êxito do estudante com necessidades educacionais específicas IFPR, nas áreas de ensino, pesquisa e extensão. Atualmente, o NAPNE no IFPR é vinculado à Pró-Reitoria de Ensino (Proens), que tem por finalidade desenvolver políticas de apoio estudantil através de ações que promovam a melhoria do desempenho acadêmico.

« « Projetos de Pesquisa e Extensão   FIC Contador de Histórias » »