Instituto Federal do Paraná Marca do IFPR I NS TIT U T O F EDER A L Paraná Campus Foz do Iguaçu
Início notícias Alunos do IFPR Campus Foz do Iguaçu são premiados em congresso

Alunos do IFPR Campus Foz do Iguaçu são premiados em congresso

Publicado em

Três projetos do Instituto Federal do Paraná (IFPR) – Campus Foz do Iguaçu foram premiados no 4º Congresso de Engenharia e Ciências Aplicadas nas Três Fronteiras (MEC3F) 2019, evento multidisciplinar que reuniu, entre os dias 02 e 04 de outubro, estudantes, professores e pesquisadores de universidades e instituições da tríplice fronteira. O objetivo foi dar visibilidade a trabalhos de ciências aplicadas, engenharias e tecnologias e promover a cooperação internacional entre Brasil, Argentina e Paraguai.

O Congresso é organizado pela Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila), Instituto Federal de São Paulo (IFSP) e Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste). Ao todo, 190 trabalhos foram inscritos, sendo 50 apresentações orais.

A aluna do curso Técnico em Edificações, Samira Santana Queiroz, recebeu o prêmio “Destaque oral” pela apresentação do trabalho intitulado “Álcali ativação com NaOH em diferentes tempos de cinzas de cavaco de eucalipto”, orientado pela professora Kathleen Dall Bello de Souza Risson e co-orientado pelo professor Marcelo Müller.

Também aluna do curso de Edificações, Letícia Gabriele Spohr, recebeu o prêmio “Pôster em Destaque”, na categoria “Trabalho Destaque”. Ela apresentou o trabalho “EMPEC – Escritório Modelo para Gestão BIM em Projetos, Edificações e Construções”, orientado pelo professor Miguel Batista de Oliveira.

O prêmio “Jovem Talento” foi concedido à estudante do Técnico em Meio Ambiente, Karen Yuka Fugihara, pelo “Trabalho Destaque” intitulado “Fitotoxicidade de compostos orgânicos provenientes de mexilhão dourado e resíduos municipais”. A estudante foi orientada pela professora do curso Fernanda Rubio.

Além dos trabalhos premiados, outros projetos representaram o IFPR no MEC3F. São eles:

“Variação de temperatura em compostagem a base de  mexilhão dourado e uso de microrganismos eficazes”. Rafael Ribeiro Guelere1, Ana Julia Pimentel Loebel2, Karen Yuka Fugihara, Fernanda Rubio4, Fernanda de Fátima Dhein5

Sólidos totais, fixos, voláteis e relação c/n de compostos orgânicos provenientes de mexilhão dourado e resíduos orgânicos municipais”.Ana Julia Pimentel Loebel1, Karen Yuka Fugihara2, Rafael Ribeiro Guelere, Fernanda Rubio4, Fernanda de Fátima Dhein5

Escritório Modelo para Desenvolvimento Técnico e Empreendedor”. Luciano, Carlos, Luiza, Rafaelly, Eduarda, Júlio, Miguel e Marcelo.

Galeria de Fotos

Topo