Instituto Federal do Paraná Marca do IFPR I NS TIT U T O F EDER A L Paraná Campus Foz do Iguaçu
Início notícias Alunos do Técnico em Meio Ambiente realizam visita técnica ao Refúgio Biológico

Alunos do Técnico em Meio Ambiente realizam visita técnica ao Refúgio Biológico

Publicado em

Estudantes e professores do curso Técnico em Meio Ambiente do Instituto Federal do Paraná (IFPR) – Campus Foz do Iguaçu realizaram, na última sexta-feira (27), uma visita técnica ao Refúgio Biológico Bela Vista. A atividade foi alusiva ao Dia da Árvore e contou com trilha guiada, práticas em laboratório e palestras sobre arborização em meio urbano, produção de mudas, conservação da biodiversidade e temas afins.

A equipe do IFPR foi recepcionada e conduzida por profissionais que lidam diretamente com mecanismos de gestão de árvores em meio urbano e em processos de restauração de ambientes degradados. Logo no início da programação, o engenheiro agrônomo Jeferson Bofinger e a engenheira florestal Veridiana Araújo Alves da Costa ministraram palestra sobre conservação da biodiversidade e reflorestamento.

Os 80 alunos participaram, ainda, de uma trilha na qual conheceram o Viveiro Florestal e o Laboratório de Sementes. Na ocasião, eles analisaram um fragmento de mata em regeneração de 40 anos, o preparo de sementes para germinação e a semeadura de uma espécie em tubete (recipientes mais indicados para a produção de mudas florestais nativas). O técnico florestal Rodolfo Rubik e sua equipe do viveiro apresentaram a estrutura para a produção de mudas e processos, desde o beneficiamento da semente até sua expedição para o campo. A acadêmica de Ciências Biológica Karine Fernandes Camacho apresentou  o Laboratório de Sementes e falou sobre germinação de sementes de espécies nativas.

Para a coordenadora da atividade, professora Luciana Graciano, o conhecimento passado em sala de aula é mais compreendido quando associado à realidade local. “Nossos alunos serão futuros profissionais e poder conhecer espaços com boa estrutura e bons profissionais fazem os esforços deles de estudar valerem a pena, bem como permite a eles compreender a importância da informação para interagirem com a sociedade na busca da qualidade ambiental”, destaca a professora.

Além da professora de Legislação Ambiental e Biologia, Luciana Graciano, a atividade foi  acompanhada pelos professores Luiz Henrique Pastore de Oliveira, Sabrina Kerkhoff e Marcelo Muller.

Galeria de Fotos

Topo