Instituto Federal do Paraná Marca do IFPR I NS TIT U T O F EDER A L Paraná Campus Foz do Iguaçu
Início notícias Estudante do IFPR é selecionada para simulação da ONU e promove financiamento coletivo para viabilizar viagem

Estudante do IFPR é selecionada para simulação da ONU e promove financiamento coletivo para viabilizar viagem

Publicado em

De acordo com a família da estudante, caso a meta não seja atingida, a viagem não poderá ser realizada e o valor arrecadado será devolvido aos doadores. Foto: cwmun.org.

Estudante do segundo ano de Edificações do Campus Foz do Iguaçu do IFPR, Julia Taina Gilicsynski Harmel, de 16 anos, foi selecionada para participar do Change The World Model United Nations (CWMUN), na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York (EUA).

Ela ganhou uma bolsa de 1000 EUR, que não cobre totalmente os custos da viagem e da participação na convenção e, por isso, está promovendo um financiamento coletivo que tem a meta de arrecadar R$ 15 mil até 14 de maio – a ida dela ao evento está prevista para o mês de outubro.

Chamado de “Uma Jovem de Frente com a ONU”, o financiamento possibilita que que sejam feitas doações on-line a partir de R$ 20.

Com o dinheiro arrecadado, a família de Julia deverá arcar, por exemplo, com os custos relacionados às passagens; passaporte e estadia nos EUA.

Neste vídeo, ela fala sobre suas expectativas com relação ao CWMUN e explica como será a dinâmica do financiamento coletivo:

Change The World

Maior fórum internacional do mundo, o CWMUN é uma simulação de uma reunião da ONU que reúne mais de três mil jovens de diversos países, durante quatro dias.

Chamados de “delegados”, os participantes atuam como líderes mundiais e debatem resoluções para diferentes problemas globais.

Julia conta que os assuntos a serem discutidos serão definidos pela organização do evento alguns dias antes da convenção. Além disso, o país que cada estudante representará também será sorteado – ou seja, os participantes não representam, necessariamente, seus países de origem e precisam, portanto, estarem preparados para falar em nome de qualquer nação do mundo.

“Isso possibilita que a gente consiga pensar as questões mundiais pelo ponto de vista dos cidadãos de diferentes países: por exemplo, recentemente, participei de uma simulação on-line como delegada do Uzbequistão e a questão debatida foi sobre terrorismo e, então, tive a possibilidade de pensar esse tema a partir de uma perspectiva oriental, mesmo sendo brasileira”, comenta.

Nesse sentido, a dinâmica do evento exige uma preparação prévia, que já começou. “Estou tendo diversas aulas, ofertadas pela organização do evento, e nesses encontros aprendemos questões relacionadas, por exemplo, à geopolítica”, explica.

“Se eu pudesse escolher um tema para ser discutido lá, a nível global, seria algo relacionado à educação ou ao meio ambiente, mas acredito que as questões mais recorrentes terão relação com os direitos humanos e como a pandemia afetou, por exemplo, o acesso à alimentação e à educação em diferentes países”, comenta.

Para o assessor de relações internacionais do IFPR, Cleber Serafin, a estudante está vivendo uma experiência incrível. “Ela poderá conversar e aprender com estudantes do mundo inteiro e, ainda, pensar em resoluções para problemas sociais mundiais, e depois isso poderá ser aplicado em ações no IFPR”, avalia.

Live

Para contar sobre a sua preparação para o CWMUN, Julia Harmel participa, nesta terça-feira (27) de uma live, mediada por Cleber Serafim. O bate-papo começa às 18h e será transmitido pelo canal IFPR Internacional.

Contribua

Para participar do financiamento coletivo, basta acessar a página do “Uma Jovem de Frente com a ONU” no site Benfeitoria e fazer sua doação.

Galeria de Fotos

Leia mais

Topo