Instituto Federal do Paraná Marca do IFPR I NS TIT U T O F EDER A L Paraná Campus Foz do Iguaçu
Início notícias Projeto apoia feirantes a explorar comércio virtual nas redes sociais

Projeto apoia feirantes a explorar comércio virtual nas redes sociais

Publicado em

Projeto desenvolveu manuais e um canal de vídeos tutoriais para ajudar feirantes a expor trabalhos e vender pelas redes sociais

Feirantes, desde pequenos produtores agrícolas a comerciantes de pequeno porte, podem contar com um serviço gratuito de apoio à comunicação com seu público consumidor. O projeto do IFPR – Campus Foz do Iguaçu “Feiras em uma cidade fronteiriça: análises de comidas, práticas e saberes gastronômicos” lançou, neste mês de junho, o “Manual de Redes Sociais para Feirantes – Vol.1 e Vol.2” e o canal no YouTube “Projetos Feiras IFPR – Foz do Iguaçu”.

O projeto teve início em 2020 e é coordenado pelas professoras Paola Stefanutti e Gislaine Silveira Simões, com participação de alunas bolsistas  (PIBIC – IFPR/FA) do curso de Gastronomia, sendo elas: Hanna Caroline de Oliveira Schu e Veronica Garcia, além da aluna voluntária Karen de Oliveira Mafra. O projeto também conta com financiamento do PIAP – IFPR. 

Com o apoio da Fundação Cultural da Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu, busca-se ajudar feirantes e outros interessados a utilizarem as redes sociais como plataformas de e-commerce, mantendo um contato regular com seus clientes, mesmo em tempos de pandemia.

O conteúdo foi desenvolvido a partir de uma pesquisa envolvendo uma feira livre e uma feira agroecológica universitária do município. Nesta análise, concluiu-se que o uso do comércio virtual nas redes sociais dos feirantes e das feiras ainda é muito baixo e incipiente, apesar da recomendação da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) para a implantação de e-commerce como ajuda para o escoamento de produtos de pequenos produtores agrícolas.

As hipóteses para esse cenário foram a falta de acessibilidade digital, seja por dificuldade de utilizar as redes sociais ou por não possuir acesso à internet; a ausência de tempo para alimentar e dialogar nessas plataformas e, por fim, a falta de interesse.

“Após esses resultados, estabelecemos diálogos com a Fundação Cultural do município e desenvolvemos um material em linguagem adequada para a criação e manutenção de perfis para as bancas e feiras, objetivando sensibilizar os feirantes sobre a importância de divulgar seu trabalho e produtos nas redes sociais”, explica a professora Paola Stefanutti.

Manuais e vídeos tutoriais

O Manual “Redes Sociais para feirantes”foi dividido em dois volumes: “Manual de Rede Social para Feirantes – Volume 1 – Facebook  e Manual de Rede Social para Feirantes – Volume 2 – Instagram”.

Para tirar dúvidas específicas de como gerir as mídias digitais,  foi criado um canal no Youtube intitulado “Projeto Feiras IFPR – Foz do Iguaçu”, onde estão sendo postados vídeos tutoriais para os feirantes da cidade, a fim de instruí-los a utilizar as redes sociais para divulgar seus produtos e aumentar seus clientes neste momento de pandemia e pós-pandemia também. Qualquer pessoa que tenha interesse nesse conteúdo pode ter acesso ao material.

Com o desenvolvimento destes materiais, o Projeto busca motivar os feirantes a criar as redes sociais para impulsionar suas vendas, assim como divulgar seus trabalhos, trazendo uma visibilidade maior aos produtos locais, e desta forma criar um meio de inclusão digital para estes produtores que precisam escoar e valorizar seus produtos.

O diálogo entre feirantes e participantes do projeto está sendo feito por um grupo no whatsapp criado para este fim.


Leia mais

Topo